Estilo de vida saudável = cérebro mais jovem

Vamos viver mais quantos anos? 10? 20? 30? 100? E como iremos viver, bem ou mal? Este ano foi pesado pra muita gente, mas podemos começar nos preparando para um 2018 um pouco melhor, cuidando de nós mesmos. Para uma vida mais harmoniosa precisamos ter comprometimento com nosso bem estar físico e mental. Isto também contribuirá para a prevenção de doenças crônicas como diabetes, problemas cardiovasculares e demência, condições que roubam a qualidade dos dias e a energia para enfrentar os desafios que vão surgindo. Este é o tema do vídeo.

Baixe o material complementar preenchendo:

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags

Tratamento do olho seco

dry-eye-1200x630.png

Um dos distúrbios oculares mais comuns é a secura nos olhos. A xeroftalmia (nome técnico) causa irritação e prejudica a visão.

A xeroftalmia pode ser consequência da secura do ambiente, da deficiência de vitamina A, vitamina C, folato, zinco, potássio e B6 do uso de lentes de contato, de dietas inflamatórias e também do uso de medicamentos, incluindo anti-histamínicos, descongestionantes, antidepressivos, anticonvulsivantes, antipsicóticos, anti-Parkinsonianos, beta-bloqueadores e hormônios usados na menopausa.

Dicas para melhorar a hidratação dos olhos e reduzir sua inflamação:

  • aumentar o consumo de carotenóides, que serão convertidos em vitamina A. Estes pigmentos estão disponíveis em vegetais avermelhados, alaranjados, amarelados e verde escuros;
  • aumentar a ingestão de zinco e folato, presentes em frutos do mar, cereais integrais, feijão e vegetais crus, especialmente espinafre;
  • garantir consumo adequado de vitamina B6 e potássio (nozes, banana, laranja, feijão, lentilha, ervilha, grão de bico, soja);
  • garantir suficiente ingestão de vitamina C (comendo frutas cítricas);
  • eliminar álcool e cafeína;
  • reduzir o consumo de açúcar e sal; 
  • consumir seis a oito copos de água por dia.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags

Comprimento dos telômeros em pessoas com Síndrome de Down

A síndrome de Down é causada por uma cópia extra de todo ou parte do cromossomo 21. É a causa cromossômica mais comum da deficiência intelectual, com uma incidência de aproximadamente um em cada 690 a 730 recém nascidos. Uma das característica da síndrome é o envelhecimento mais acelerado, especialmente a partir dos 40 anos, assim como o maior risco de desenvolvimento de doença de Alzheimer.

O Alzheimer na síndrome de Down é resultado, em grande parte, da superexpressão do gene que codifica a proteína precursora amilóide e está localizado no cromossomo 21. Evidências mostram que o comprimento dos telômeros pode ser tomado como um biomarcador eficiente do envelhecimento e da doença de Alzheimer. 

ajmgb32575-fig-0001.png

Atualmente, o comprimento dos telômeros principalmente das células brancas (os leucócitos), tem sido estudado como um marcador de envelhecimento. 

Telômeros são estruturas constituídas por fileiras de DNA, formando a extremidade dos cromossomos (em amarelo na foto). Sua principal função é manter a estabilidade estrutural dos mesmos. Cada vez que a célula se divide os telômeros são ligeiramente encurtados, chegando a um ponto que de tão curtos não permitem mais a correta replicação dos cromossomas e a célula perde completa ou parcialmente a sua capacidade de divisão.

Antes da célula morrer, os telômeros funcionam como um protetor para os cromossomos assegurando que a informação genética (DNA) seja perfeitamente copiada quando a mesma se duplica. Estudo de Silverman e colaboradores (2017) mostrou que pacientes com síndrome de Down e Alzheimer possuem telômeros com menor comprimento em relação a pessoas com síndrome de Down sem Alzheimer. De acordo com os pesquisadores a avaliação do comprimento dos telômeros pode melhorar a precisão do diagnóstico do Alzheimer precocemente em pessoas com síndrome de Down. Isso contribuiria para um melhor planejamento dos cuidados e do tratamento. Novos estudos serão feitos afim de melhorar a sensibilidade e especificidade das técnicas de diagnóstico, tornando possível o uso clínico das mesmas.

De qualquer forma a prevenção do Alzheimer continua sendo o mais importante, visto que ainda não existem tratamentos eficientes para a doença. Discuto este assunto do vídeo a seguir:

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!

Desafios da mulher moderna

mulher.png

A mulher adulta é multifuncional: dona de casa, esposa, namorada, mãe, filha, psicóloga, profissional, estudante. Quantos papeis você desempenha? Não é a toa que às vezes entramos em ebulição. Para o Ayurveda, medicina indiana, nesta hora a qualidade Pitta está agravada. 

Quando em equilíbrio pitta resulta em boa digestão, capacidade concentração e discernimento, espírito de luta, vitalidade, produtividade, capacidade reprodutiva. Em excesso pitta gera raiva, sofrimento, hiperacidez gástrica, indigestão, excesso de fome, queimação, coceira, aparecimento de manchas vermelhas na pele, rosácea, queda de cabelo,  intolerância,  necessidade de controle,  impaciência, sarcasmo, agitação mental e/ou motora.

Para apaziguar desequilíbrios do dosha pitta a mulher deve evitar a exposição solar excessiva, a ingestão de alimentos picantes, salgados, ácidos e azedos; jejuns prolongados, cravo, alho, mel, picles, leite, carne vermelha, banana, beterraba, amendoim, bebida alcoólica, alimentos processados.

Deve-se dar preferência a alimentos mais doces, amargos e adstringentes como leite de amêndoas, óleo de coco, sucos de romã, maçã e uva, água de coco, chás de sabor amargo. Várias ervas frescas també são benéficas como salsa, coentro, hortelã, anis, gengibre fresco, erva doce e funcho.  

O coentro (Coriandrum sativum L.), por exemplo, é fonte de vários compostos benéficos:

  • Óleo essencial (0,4 a 1,5%): d-linalol ou coriandrol (60 a 85%), geraniol, brneol, d-oineno, alfa-pineno, p-cimeno, limoneno, acetato de geranilo, alcanfor (principalmente nas sementes);
  • Flavonóides: luteolina, orientina, quercetina, apigenina, rutina e campferol;
  • Ácidos fenólicos: ferúlico, caféico, clorogênico;
  • Carotenóides (principalmente nas folhas e caule): beta-caroteno, acetato de retinol;
  • Cumarinas (principalmente nas folhas e caule): umbeliferona, 4-hidroxicumarina, escopoletina);
  • Ácido ascórbico (vitamina C);
  • Taninos hidrolisáveis: derivados do ácido gálico;
  • ácidos graxos (15 a 30%): esteárico, linoléico, palmítico;
  • Sais minerais: potássio, cálcio, fósforo, magnésio;
  • Aminoácidos: glutamina, arginina

Para acalmar a mulher com excesso de pitta (fogo) deve evitar falar durante as refeições, mastigar lentamente, praticar atividade física, moderada, preferencialmente na água, evitar atividades extenuantes ou que gerem muito calor. A massagem e a meditação são muito benéfica para o equilíbrio mental, especialmente com concentração em temas referentes aos conceitos de gratidão, aceitação e tolerância.

O Aurveda é isso: a arte de utilizar os recursos disponíveis com o objetivo de manter e recuperar a saúde. Para saber mais acesse o curso online.

Deixe seu comentário.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags

Saiba como evitar a toxoplasmose na gestação

A toxoplasmose é uma doença causada pelo parasita Toxoplasma Gondii. Gatos podem se infectar comendo, por exemplo, roedores contendo cistos de T. gondii. O sistema imunitário do gato rapidamente responde a esta infeção e impede o parasita de se reproduzir. Acaba eliminando o parasita totalmente pelas fezes entre o 10° e o 14° dia após infeção. Os esporos eliminados podem contaminar o ambiente e permanecer nele por até 18 meses. 

O risco do gato se infetar com T, gondii depende do seu estilo de vida. Aqueles que passeiam muito fora de casa e são bons caçadores são os que estão sob maior risco. Gatos que vivem exclusivamente dentro de casas ou apartamentos, alimentando-se de comida processada, própria para gatos, apresentam um risco nulo de se infectarem.

Gestantes podem se infectar consumindo leite não pasteurizado, carne mal passada contaminada, seja de vaca, porco ou , tal como vaca, porco, carneiro ou cordeiro. O congelamento da carne ajuda na prevenção, uma vez que o parasita não resiste a baixas temperaturas. Outra importantes fonte de contaminação é o solo e os produtos por ele produzidos, tais como legumes e tubérculos. Por isto, cozinhar bem as carnes e lavar bem os vegetais é muito importante.

Muita gente já foi infectada e nem sabe, já que os sintomas são transitórios e semelhantes aos da gripe. Uma vez infectada a pessoa desenvolve resistência, estará imunizada por toda a vida. No entanto, a infecção pode se tornar um problema grave em pessoas com sistema imunológico comprometido, tais como pacientes HIV+, pacientes com câncer fazendo quimio ou radioterapia, crianças e idosos. Neste caso, podem surgir sintomas como falta de coordenação, confusão mental, visão turva, convulsões, problemas respiratórios.

Se uma gestante que nunca teve contato com o parasita se infetar durante a gravidez, o bebê também estará está em risco, sobretudo se a infeção ocorrer durante o primeiro trimestre, havendo forte possibilidade de aborto espontâneo.

Se você tem um gatinho em casa leve-o ao veterinário para um exame de sangue e fezes. Se ele estiver saudável você está segura. Pode continuar tocando, abraçando, brincando com ele. Mesmo assim, em casa troque a areia da caixa frequentemente, sempre usando luvas. 

Deixe seu comentário.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags

Medicamentos na prevenção e tratamento do Alzheimer

alzheimer.jpg

A doença de Alzheimer é um tipo de síndrome demencial que causa degeneração progressiva dos neurônios do cérebro e comprometimento das suas funções cognitivas, como a memória, atenção, linguagem, orientação, percepção, raciocínio e pensamento.

O desenvolvimento do Alzheimer está relacionado tanto a causas genéticas como ambientais (sedentarismo, traumatismo craniano, contaminação por mercúrio e/ou alumínio, dieta inflamatória). Algumas drogas parecem reduzir a neuroinflamação e a progressão da demência.

Estudos epidemiológicos mostram que o consumo de antiinflamatórios não esteroidais está associado a menor risco de Alzheimer e também de Parkinson (Moore et al., 2010). Mesmo assim, mais estudos ainda fazem-se necessários para confirmação (Wang et al., 2015). 

Remédios anticoagulantes também parecem ser outra arma contra o Alzheimer. Foi o que descobriram pesquisadores da Suécia. Acompanhando 440.000 pacientes durante 10 anos, aqueles que utilizavam antiocoagulantes, em virtude de doença cardíaca apresentaram, ao longo do tempo, um risco 48% menor de sofrer de demências (Friberg & Rosenqvist, 2017). Este tipo de medicação previne a formação de trombos que se acumulam nos vasos, atrapalhando a oxigenação cerebral. Isso não significa que todo mundo deve tomar anticoagulantes pois este tipo de remédio pode causar hemorragias.

Mas existem outras formas de reduzir o risco de trombose: (1) mantendo um peso saudável, (2) tratando varizes, (3) reduzindo o consumo de álcool, (4) tratando varizes, (5) reduzindo o consumo de álcool, (6) não fumando, (7) evitando o uso de anticoncepcionais, (8) controlando as taxas de glicose sanguíneas, (9) evitando roupas apertadas, (10) praticando exercício físico, (11) mantendo-se bem hidratado.

Drogas experimentais tentam destruir a proteína beta-amilóide, que se acumula no cérebro de pacientes com Alzheimer. A nova esperança é a droga aducanumab que está em fase de testes e destrói a proteína beta-amilóide. Saiba mais:

beta-amilóide.png
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags